Category Archives: Brasil

The mask of Sergio Moro falls

brasil-moro-bolsonaro

(Tânia Regô – José Cruz/Agência Brasil)

In accepting the invitation to be a Minister for Bolsonaro, the judge’s partiality and political intentions have become even clearer ‘in the eyes of Brazil and of the world’

01/11/2018

In accepting the invitation to be a Minister of Justice for Jair Bolsonaro, Sérgio Moro revealed definitively his partiality as a judge and his real political options. His mask has fallen.

Moro was one of the most visible agents of the political and electoral process. Since the start of Operation Lava Jato (Car Wash) he acted not to fight corruption, but to destroy the Partido dos Trabalhadores (Worker’s Party) and the government running the country. All his actions were meticulously thought to influence this direction.

In 2016 he recorded and illegally leaked private conversations of the President, convicted Lula, without proof and for “indeterminate acts”, performing judicial acrobatics to not follow a judicial order to release him, manipulated the calendar of the process so as to impede a deposition by Lula, in which he could defend himself and publicise a lieful plea bargain from Antonio Palocci on the eve of the first round of the election.

The arbitrary, illegal and partial rulings by Sergio Moro led the UN Committee for the Defense of Human Rights to open a formal procedure on the process against Lula, as well as determining the guarantee of Lula’s political rights, which was not followed by the Superior Electoral Court, in clear violation of international treaties in force.

Moro has always been a biased judge, always acting with political intentions, and this has become clear to the eyes of Brazil and of the world, when he took on a post in the government he helped elect with his decisions against Lula and the campaign of defamation against the PT that he fed, as an accomplice with most of the media.

The judge who acted so strongly against Lula is the same as who benefited those who were really corrupt with Petrobras and their agents, who are now enjoying their freedom or are in semi-open imprisonment, besides the millions they accumulated, in exchange for false depositions, with a clear political bent.

This nomination, where the invitation was made before the first round of the elections, as revealed by Vice-President General Mourão in the Folha de São Paulo newspaper, is one more sign that the future government intends to set up a police state in Brazil.

Adapted from Comissão Executiva Nacional do PT 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Tânia Regô – José Cruz/Agência Brasil)

Lula lawyer says Judge Moro’s acceptance as Justice Minister in Bolsonaro government is ‘lawfare in its essence’

zanin-moro
Cristiano Zanin Martins and Sergio Moro. Photos: Reproduction/Facebook and Agência Brasil

The lawyer Cristiano Zanin Martins who defends ex-President Luiz Inácio Lula da Silva said the acceptance of Judge  Sérgio Moro to be Minister of Justice in the Jair Bolsonaro government is “lawfare in its essence”.

In a press release, Zanin said the act proved definitively what Lula’s defence had always denounced. “Lula was processed, condemned and imprisoned without having committed a crime, with the clear objective of impeding him politically. This is lawfare in its essence, as Lula suffered intense political persecution by means of abuse and misuse of the laws and legal proceedings”, he said.

The full text of the press release is below:

PRESS RELEASE FROM PRESIDENT LULA’S DEFENCE

The formalization of the entry of Judge Sérgio Moro into politics and the revelation of conversations held during the presidential election campaign with the President elect’s campaign prove definitively what we always argued in appeals filed in the Brazilian courts and also with the UN Human Rights Committee: Lula was processed, condemned and imprisoned without having committed a crime, with the clear objective of impeding him politically. This is lawfare in its essence, as Lula suffered intense political persecution by means of abuse and misuse of the laws and legal proceedings.

The defence will take all due measures at the national and international levels to argue Lula’s right to a fair, impartial and independent judgement.

Cristiano Zanin Martinse

A matemática do Brasil do Bolsonaro

Bolsonaro e Lula

Foto: huffpostbrasil.com

O que os números e a resolução de equações pode dizer para nós sobre a situação no Brasil? Vejamos os números e os fatores que podem entrar numa equação. Geralmente, o passado tem uma influência no presente e o presente pode nos dizer algo sobre o futuro, mas estes dois aspectos sobre o tempo, o passado e o futuro, talvez terão de ser reavaliadas enquanto movemos através do nosso exame.

Numa equação, temos duas partes, cada uma de um lado de um sinal = ou igual, e temos que alcançar um equilíbrio para assegurar que não tenha erro.

Quais fatores devemos ter em conta nas equações? Números absolutos de cada lado; por exemplo, o montante de dinheiro levado à situação por cada lado, usando um sinal + para fatores positivos e um sinal – para fatores negativos. Os sinais + estão usados para o que sabemos que é real e sinais – para equilibrar o que sabemos que é falso.

Sabemos que no lado direito temos mais dinheiro e que a sociedade acredita que isso é importante. Sabemos que o lado esquerdo está  falando que não tem justiça e portanto que a conta, a votação, está inválida.

O lado direito, geralmente acredita que o dinheiro ou o poder é um direito divino, e que nem todos têm tal direito.

O conselho do lado esquerdo é que devemos nos unir, que temos que lutar, que devemos nos organizar. O conselho do lado direito é que temos que lutar, que temos que nos defender, que devemos destruir e eliminar para sempre as pessoas barulhentas da esquerda.

Até que aqueles na esquerda e na direita possam ouvir o que está sendo dito de ambos os pontos de vista, não teremos paz.

Aquele que está recebendo o conselho, Lula, nunca diz que era da esquerda e sempre escutou os dois lados.

O número 13 é o número que o Partido dos Trabalhadores usa em suas campanhas. Há um mito ou lenda que o número 13 é que dar azar. Não é verdade. Na minha tradição, os padeiros assaram 13 pães em vez de 12 para suprir a necessidade se qualquer situação  desafortunada acontecer, tal como a perda de um ou a queda acidental de um e assim por adiante.

Da mesma tradição, o Partido dos Trabalhadores do Reino Unido sempre buscou a harmonia entre as classes em vez de guerra de classes. Aqueles que ainda acreditam em guerra de classes,  de qualquer lado, estão propagando o que dizem estar contra, desequilíbrio e desigualdade.

Há uma abreviação interessante no português brasileiro sobre o PT. Pode significar ou o Partido dos Trabalhadores ou a Perda Total, que é um termo de seguros para quando um carro está dado como não valendo a pena de reparar depois de um acidente de carro. Este termo entrou na cultura popular com a frase, ‘Vai dar PT’ ou na piada invertida como ‘Não vai dar PT’.

Qualquer um que se considere um trabalhador, ou não trabalhador, também deve pensar sobre o motivo pelo qual um trabalhador se considere excluído ou incluído nessa categoria, e o porquê de qualquer outra pessoa não ser um trabalhador.

Neste tempo,  os brasileiros têm que pensar em perda, em quem ganhou e o que está perdido ou ganho.